Wednesday, May 17, 2017

IIL 1967 - 2017 50 ANOS




Faz este ano cinquenta anos (50 anos) que o Curso 1963-1967 do antigo IIL, Instituto Industrial de Lisboa se reúne regularmente para comemorar o facto.
E o mais surpreendente e caso único é que este curso de Electrotecnia e Máquinas se reúne semestralmente desde há 50 anos ininterruptamente. Mesmo imediatamente após o 25 Abril de 1974 quando a aprendizagem e agitação política estava no auge a camaradagem de curso foi mais forte e sobreviveu às clivagens ideológicas.
Claro, nessa altura as presenças activas antes sempre numerosas diminuíram mas nunca puseram em causa a realização dos nossos encontros de comemoração e confraternização. Também hoje em dia, confrontados com a implacável acção do tempo, já muitos colegas não tomam parte nas nossas celebrações semestrais e muitos desses foram, enquanto puderam, elementos importantes na permanência ininterrupta destas reuniões.
Este ano, a primeira parte das comemorações dos 50 anos, tiveram lugar junto ao Rio Guadiana na Marina da Amieira com passeio de barco pelo Grande Lago do Alqueva. Daqui a seis meses terá lugar a 2ª parte e é, precisamente, nessa data que se completarão as cem comemorações e meio Século das nossas vidas de profissionais técnicos e agora profissionais domésticos.
Embora este Blog já ultrapasse os dez anos de publicação e nunca tenha dado notícia destas reuniões, considera, nesta data em que se completa o que nos parece constituir um caso único, seu dever salientar este acontecimento que simboliza a grande amizade que se iniciou no velho casarão da Rua Buenos Aires, se forjou à roda das mesas de estudo nos cafés da zona da Estrela e se cimentou ao longo destes 50 anos de convívio fraterno.

Labels: ,

3 Comments:

Blogger António M. Escarameia said...

Amigo José Neves (aliás APC). 50 anos de curso a 2 celebrações anuais fazem 100 celebrações e não 200. Ainda vias a dobrar quando chegaste a Gorjões? Ahh! Ahh! Ahh!
Corrige lá isso, pázinho. O teu "modelo" preferido, AE.

3:28 PM  
Blogger josé neves said...

Caro colega e amigo Escarameia,
Sempre atento, tu que não podes cometer erros de calculo de estruturas senão a casa cai muito menos podes deixar passar um erro de tabuada.
Não, não via a dobrar foi só o entusiasmo de querer viver as 200 comemorações. E gostaria que me acompahasses.
Fizeste bem chamar-me a atenção para o erro. Já emendei.

Obrigado e um grande abraço do
Jose Neves

5:16 PM  
Blogger Rui Leitão said...

Caro Contreiras,

Magnífico registo. Gostei muito. Os meus parabéns.

Um abraço,
Rui Leitão

3:27 AM  

Post a Comment

<< Home