Saturday, July 07, 2012

LIQUIDAÇÃO


O governo, o tal desejoso de ir ao pote e governar com a troika, é hoje um governo incompetente desorientado e ajumentado sob o total jugo da troika e ferverosamente aplicado em ser um bom gestor liquidatário do espólio material e intelectual de Portugal.
Este governo logo após declarar, publicamente, como sendo seu desígnio o empobrecimento do povo e do país, tornou-se democraticamente um governo ilegítimo: o programa de empobrecimento à força e à bruta em curso e marcha acelerada deste governo, nunca foi publicamente falado, discutito e consequentemente sufragado.
Os portugueses cumpridores sérios e honestos que acreditam convictamente e crêem na existência de um povo com História que lutou com sangue e mártires para ser comunidade e país, em prol de liberdade e auto-defesa comum, pensam sentidamente que nenhum seu compatriota lhes queira fazer mal propositadamente e muito menos que uma elite se porte como os aldrabões que vão de porta em porta vender o "conto do vigário".
Certamente, hoje, a maioria dos portugueses sentem-se enganados e não têm mais confiança nesta elite de interesseiros manhosos.

É preciso pôr fim à proletarização forçada da sociedade portuguesa: se o desejam então entreguem o poder ao pcp que o fará a mata-cavalos e sem subterfúgios. Com passos curto e saltos de coelho, caminhamos directamente para uma proletarização à chineza: uma elite dirigente no topo a viver à grande impondo aos demais, pela violência sem restrições, uma vida miserável à maneira de meados do Séc. XIX, aquando da primeira industrialização e que serviu de modelo a Marx para deduzir as suas teorias económicas e sociológicas.

Por isso, tem toda a razão Mário Soares quando afirma categoricamente que espera que este governo não dure muito e acabe o mais rápido possível, evitando-se a liquidação total do espólio de Portugal e a ideológica proletarização forçada da sociedade portuguesa.


Labels:

0 Comments:

Post a Comment

<< Home