Tuesday, May 15, 2012

MEMÓRIAS DOS ANOS IIL, 1963 - 1967

MEMÓRIA IIL, 1963 – 1967

Intervalo de tempo repleto de sonhos infindáveis
repletos de intervalos repletos de vida formidável
repleta de desejos felizes incontidos fecundados
na indomável juventude sem impossíveis
idos directos à alegria de viver e ser jovem único
irrecusável às mulheres, imbatível no amor,
impenetrável à dúvida, invencível nos estudos.
Intervalo de tempo de combate total pelos sonhos,
ninguém nos podia vencer:
nem o cálculo vectorial do ga(y)seado Nuno Fonseca
nem a química do vaidoso Galvão
nem o desenho de máquinas do lunático Americano
nem a física especial do mais poderoso Ajax
nem os ensaios e medidas do pontos no ii do Cardeal
nem a electricidade do nanha deltaX
nem as máquinas a vapor e combustão do inimitável Preto
nem as máquinas eléctricas do dandy Rufino
nem a resistência de materiais do receitas ferrosas Penin
E muito menos as instalações eléctricas,
ávida e gostosamente dissecadas, absorvidas às gotas
e ruminadas letra a letra, número a número, esquema a esquema,
matéria sabiamente dada e explicada com luminosidade
brilho e bondade ímpar, pelo inultrapassável Chagas Gomes.

Encontrado perdido no computador há anos.
Tentado enviar para ser lido no jantar de curso 1963-1967 do IIL do passado dia 12, mas que parece não ter chegado a partir da origem.

Para o efeito da intenção de envio, aqui fica registado.

José Neves
Gorjões, 08.05.1998

Labels:

0 Comments:

Post a Comment

<< Home