Sunday, December 27, 2009

NATAL, NATAIS.

NATAL 2009

Natal Natal, Natal nascido nas palhas
celebrado no shopping altar de tralhas
supérfulas, pindéricas, pífias, palermas,
presépiais paródias de reis magos, odres
de riqueza em plástico, fartura de pobres
emburacados nas quadradas cavernas
lisas, alinhadas, empilhadas de contentes
que para celebrar sempre igual ano após
ano o Menino celebram velhinhos avós
de postiças barbas brancas decadentes,
viajantes de trenós desde os árticos
também carregados de tralhas plásticos.
Natal Natal, Natal plastificado, tapadoiro
capa mental para correr aos imbecis
gastos de latas a pilhas e pilhas de barbies
lindas, esbeltas, fábrica de sonhos de oiro
embrulhados em cabecinhas tontas
tal qual estes Natais jogo do faz de contas.

Labels:

3 Comments:

Blogger Vieira Calado said...

Meu caro:

Acabo de colocar no blog merdock

uns versos ao cão que, creio,

são originários desse blog.

Agradecia me dissesse para eu colocar a ligação.

Um abraço e BOM ANO de 2010

6:49 PM  
Blogger josé neves said...

Caro Vieira Calado,
Esse poema é mesmo de autoria de José Neves, aluno do Liceu de Faro desse tempo e também muitas vezes compamheiro do Merdock, junto do Infante, no Campo dos "Marinheiros" ou dos "Blocos" no Bom João e até na rua de Stº António. E daí esse poema já com vários anos que foi publicado no jornal "Encontro" de Santa Bárbara de Nexe e no meu Blog "apcgorjeios" em 13.12.2006, já faz,portanto, 3 anos.
Caro V. Calado, concerteza que pode publicar, esse é aliás o lugar certo do poema, não deve é constar como anónimo e caso queira lincar para o meu blog é só procurar na data que assinalo acima.
Um grande abraço e também para ti o melhor em 2010.
José Neves(Contreiras)

2:57 PM  
Blogger Vieira Calado said...

Olá, meu caro!

Já coloquei no blog merdock o nome do autor e a ligação.
Obrigado.

Um BOM ANO de 2010

para ti.

Forte abraço.

4:14 PM  

Post a Comment

<< Home