Wednesday, January 13, 2010

DOS BONS PROFESSORES


O MEU BOM PROFESSOR

Mil vezes bom professor foste tu, mil
vezes bom professor bom do velho IIL

pardieiro à Buenos Aires, onde içáste
ao topo não a carreira mas o ensino
da tua escola e aos alunos o assassino
bom gosto de calar o saber quanto-baste
pequenino e elevar o ser à substância
cerebral útil do saber com importância
futura. Tu, o único a dar altas notas
porque os alunos iam aos pormenores
todos da matéria com gosto, e dos piores
fazias bons, bons mesmo sem batotas
deles nem tuas, e do respeito e maneiras
ímpares de ensino e trato curso e cadeiras
volveram gozo. O único que à chamada
obrigatória dizias nada e tal não impunha
às 8H da matina sala vazia mas à cunha

de alunos teus e outros que de pé e sentada

atentos escutavam mudos a fala suprema
dita desenhada números letra esquema
a giz no quadro preto. Eras o Chagas
Gomes mil vezes mais desejado entre
todos pela sábia e subtil exposição sempre

clara de Eng.º professor nas horas vagas
cheias de talento a ponto de dizer-se: a tal
professor nenhum dinheiro paga o que vale.

Labels:

0 Comments:

Post a Comment

<< Home