Saturday, October 17, 2015

SE OS PONDERADOS SÃO ASSIM ...


 

 Se os até aqui considerados e ditos "ponderados", que até algumas vezes levantaram as vozes contra medidas da coligação Pàfia, na hora da verdade, demonstram o seu verdadeiro calibre de desonestidade política e intelectual deste modo algo terrorista, então é fácil perceber porque os empoleirados no pote se agitam em convulsões histéricas face à possibilidade de perderem o poder de ir ao pote mesmo quando a mudança se processa de forma absolutamente democrática e legítima.
Estas duas personas, ambas ex-ministros das finanças, que contribuíram para levar o Estado ao endividamento excessivo sem nada darem de troca de bem ao país, revelam que afinal miaram quando os pàfiosos lhe cortaram uma fatia nas suas elevadas pensões e ilegítimas face aos pensionistas de carreira contributiva normal de 40 anos.
Se não fôr por mais, ao menos, este caso novo da possibilidade de, finalmente, poder haver acordos à esquerda, já serviu para desmascarar uma casta de dissimulados que pululam nos partidos, nos comentários, na imprensa e tv e que passavam por "ponderados" ou "moderados" ou até de "esquerda" e que na hora de não poder fingir mais a voz do dono falou mais alto.

Labels: ,

2 Comments:

Blogger Américo Nunes said...

São assim estes "democratas" do tempo da outra senhora! A Dona M F. Leite não há muito tempo já havia mostrado num descuido momentâneo a sua faceta ao suspirar pela suspenso da democracia durante 6 meses para resolver os problemas do País!

Em compensação o "Jerónimo" brindou-nos com um "golpe de asa" a fazer lembrar as viragens tácticas brilhantes de Álvaro Cunhal! Portanto, nem tudo são desgraças no momento politico actual.

Um abraço

Américo Nunes

9:51 AM  
Blogger josé neves said...

É verdade e não esperava mas foi, mais que um "golpe de asa" ou mais que um "golpe de águia" foi, sobretudo um murro no estômago na estática (ou estátua)da situação política portuguesa desde há muitos anos.
Como dizia o José Gil há pouco nos prós-e-contras, que pode não vingar já mas é, de certeza, uma semente imparável de frutificar num futuro próximo. E porquê? porque a direita dura dos "merdados" já não tem retrocesso pela, igualmente imparável, inércia da máquina de super-estrutura monstruosa que montou e desse modo, mais tarde ou mais cedo, fará tocar a reunir todas as esquerdas dos países e do mundo.
Esta direita vampiresca dos "mercados" acabará por fazer jus à ideia; espoliados e empobrecidos de todo o mundo uni-vos!

Um abraço

7:08 PM  

Post a Comment

<< Home