Thursday, September 09, 2010

FINALMENTE? NÃO, FOI SÓ O CONTRATO.

Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Nexe, Setenbro, 07.09.2010, às 18,00 horas.
E não é que foi mesmo verdade a assinatura pública da adjudicação das obras de águas e esgotos para os lugares desde Falfosa até aos Gorjões, na Freguesia de Santa Bárbara de Nexe, ao longo da EM 520 como eixo central de distribuição!
Perante o Presidentes Macário Correia e Leonardo Abreu e o público interessado presente foi oficialmente assinado o contracto de adjudicação entre a Fagar e o empreiteiro das obras. Os ténicos explicaram as linhas gerais do projecto e responderam a questões levantadas, tendo sido confirmado pelo presidente da Fagar que o financiamento do projecto estava garantido sem receio de qualquer desvio indevido.
O presidente Leonardo Abreu congratulou-se e disse sentir-se muito contente, sentidamente contente, por finalmente a obra poder avançar e vir a ser uma realidade. Contudo, surpreendeu a assistência ao acusar "uns indígenas de andar a dizer que ele estava contra a água nos Gorjões, contra esta obra, o que é uma pura mentira". Se o Presidente da Junta de Freguesia se referia ao que aqui foi escrito e discutido, através dos comentários com o seu Secretário de Junta, salientamos que nunca aqui foi dito nem nunca tivemos esse sentimento de que estaria contra a obra, isso seria um absurdo contra-senso em qualquer nexense.
A questão é outra, a Junta de Santa Bárbara de Nexe, desde início até ao fim do mandato do Engº Apolinário votou sempre contra o esquema de financiamento proposto para esta obra, fundamentada no argumento de princípio partidário de ser contra a Fagar e os seus inerentes malefícios privatizados. E com isso protelou anos a possibilidade de dar início à realização das obras. Cremos mesmo que, cada votação desfavorável ao arranque da obra, por obediência partidária, foi uma sentida violação de consciência.
Qual o resultado prático? Passados anos o mesmo Presidente da mesma Junta, em público, vir congratular-se e estar muito contente e satisfeito com a assinatura do contrato, precisamente com a mesma Fagar. Afinal, nesta data, em que nos congratulamos todos por este forte indício de que é desta que as obras se vão concretizar, podíamos estar a festejar a finalização das ditas obras.
O Presidente esteve exaltado quando falou dos "indígenas", contudo, melhor é reflectir calmamente sobre o passado e tentar aprender com os factos.

Labels: ,

1 Comments:

Blogger sergio said...

Adolfo,

Não foi a CDU que inviabilizou seja o que for.

PSD/Vitorino com os votos do PS criaram a Fagar.

Em revisão da Fagar com PS/Apolinário o PSD retirou-se do apoio à Fagar por questões políticas mas julgo que também por questões processuais menos claras.

Querer atribuir ao Leonardo o não avanço das obras não é correcto.

2:31 AM  

Post a Comment

<< Home