Sunday, October 18, 2009

A NOVA ASSEMBLEIA DA RÉPUBLICA


E AS NOVAS CONDIÇÕES

O Pacheco já veio dizer que "as condições de trabalho" na actual AdR são muito melhores que no seu anterior tempo de deputado. Valha-nos isso, caso contrário, vê-lo-iamos a abandonar a dita AdR com os argumentos do Vasco P. Valente de que as casas de banho, restaurante e falta de estacionamento não se coadunavam com a sua deputação de elevado peso-pesado e estatura intelectual.

Mas, dada a possibilidade de não lhe concederem por mérito e reconhecimento indiscutível, um lugar nobre como presidente da bancada ou vice-predsidência da AdR, ou outro de destaque, não veremos o PP, mais tarde ou mais cedo, dar de frosques da Assembleia? Claro, o record de Deus Pinheiro já não pode bater. Mas aquele é Deus e Pacheco não quer ser tanto.
Ao Pacheco basta-lhe ser "espírito santo" de orelha do chefe ou "diabo" de morte do chefe, conforme o seu mau gosto político.

Labels:

0 Comments:

Post a Comment

<< Home