Tuesday, December 28, 2010

GORJÕES E GUNGUNHANA HÁ 105 ANOS

ANTÓNIO CONTREIRAS DE FRENTE À ESQUERDA(TÍ TÓLICA) AOS 102 ANOS

A 28 de Dezembro de 1895, faz hoje 115 anos, deu-se a captura de Gungunhana, o último imperador do Império de Gaza em Moçambique, por Mouzinho de Albuquerque. D. Carlos exibiu em Lisboa o célebre chefe guerreiro como desprezível troféu de guerra e de seguida desterrou-o para os Açores onde viveu dez anos até morrer em 1906.

Desde miúdo que ouvia a história do homem meu vizinho e parente, alto, delgado, esguio, seco, já muito idoso, de poucas e acertadas palavras de nome António Contreiras mas que todos conheciam e tratavam carinhosamente por Ti Tólica. Era eu muito miúdo e já ele tinha mais de noventa anos quando comecei a ouvir o povo dizer: o Ti Tólica esteve na guerra do Gungunhana em África.
Foi verdade, mais tarde, sendo eu mais rapaz que garoto, já ele tinha mais de cem anos, ouvi da boca dele contar que realmente tinha participado na batalha e captura do Gungunhana em Moçambique. Na sua morte e funeral, aos 104 anos(ou 106?), foi referido tal episódio por muita gente que conhecia a história de ter ouvido contada ao vivo pelo próprio.

Hoje, no dia de aniversário de tal evento, relembro com emoção a memória deste nosso conterrâneo, velho combatente africano precursor de outros combatentes gorjonenses nas guerras 1914-1918 e mais recentemente na Guerra Colonial.
Os gorjonenses, que a arqueologia local prova já aqui existirem no tempo Calcolítico, desde sempre têm sido combatentes pela defesa dos interesses da comunidade onde se inserem. E foram homens contributos de vida para o bem e bom nome dessa comunidade Mãe.

Labels: , , , , ,

0 Comments:

Post a Comment

<< Home