Friday, March 25, 2011

A GRANDE MENTIRA

POR OCULTAÇÃO
Os media ao criarem interesseira e ostensivamente uma onda gigante de opinião de sentido único contra um alvo pessoal escondem sempre uma intenção maldosa. Tal onda, qual cavalo de Tróia, tráz no bojo uma mentira por ocultação.

É sempre assim, quando a onda atinge o climax todo o mundo já está submerso nela, torna-se parte dela, adquire a natureza da onda e vai nela já sem olhar ver nem pensar. Nesta altura, os criadores e propagadores da onda, que oculta a mentira que transporta, já não precisam dar qualquer justificação acerda dela, pois todos embarcaram nela.

Aos criadores visíveis, basta-lhes apontá-la e, se ainda sobra alguma voz avisada a dizer que é uma nuvem escura, sintoma de tempestade, riem-se da falta de verdade, honestidade e credibilidade de tal voz, como única explicação para todas as dúvidas que surjem. Rir suspeitar e negar, negar suspeitar e rir basta-lhes e é suficiente para manter a sua "verdade" em alta na onda.
Nesse momento o criador criou a sua pandora criatura. E a pandora criatura, mais cedo que tarde, vai abrir a sua caixa de maldades ocultas.

Dada a pandora criatura à guarda e uso de tontos epimeteus desvairados e deslumbrados, estes não vão resistir, à primeira necessidade, de destapar a caixa. O chefe epimeteu, logo que apertado sob necessidade, destapará a caixa da pandora criatura e dela vão soltar-se, uma atráz de outra, as maldades vindas na onda sob ocultação.

A grande mentira por ocultação vai, finalmente, expôr-se aos portugueses em todo o seu maléfico esplendor.
Como exemplo prático, aí está a primeira maldade a sair da caixa, o anúncio da ideia avançada de aumento do imposto, cego de equidade, o IVA. Outras se seguirão.


Labels: , ,

0 Comments:

Post a Comment

<< Home