Tuesday, January 15, 2013

NÚMEROS E PESSOAS

SEGUNDO O PITAGÓRICO NICÓMACO DE GERASA A DÉCADA ERA UM NÚMERO VERDADEIRAMENTE DIVINO

Pitágoras e os pitagóricos viam nos números o significado e a explicação para todos os fenómenos quer físicos quer do conhecimento. E na realidade muitos fenómenos físicos  podem traduzir-se, perceber-se e explicar-se por expressões matemáticas através de números. 
Contudo, como em tudo na vida, o exagero levado ao ponto de considerarem o número como uma espécie de divindade que tudo dominava e explicava, acabou por os trair e sentenciar a morte de sua escola do número como filosofia e divindade. 
Ficou a grandeza para a eternidade do número como elemento indissociável da matemática e quantificação dos fenómenos físicos.
Vem isto a propósito do erro que é, tal como os pitagóricos, tomar os números como se tivessem proveniência divina e de certo modo possuissem alma, pudessem representar pessoas que agem e reagem por faculdades intelectuais através de pensamentos.
Mas a prova prática de que os números são cegos e não têm alma e, embora possam quantificar indivíduos não podem representar "pessoas", tive eu próprio ao fazer contas de despesas num restaurante, dia 12 passado em Lisboa. 
Éramos 7 pessoas e a conta apresentada foi de 54,40 euros pelos sete almoços. Fiz as contas de cabeça: 8x7=56, a diferença seria a gorjeta e os amigos de almoço concordaram. Passado uns minutos fui pagar a minha parte, dois almoços, e dei 15,0 euros e fiquei à espera. Passado outros alguns minutos o amigo que reunia o dinheiro do pagamento pergunta-me: quanto me deste? Respondo: dei 15,0 euros, já tens 1 euro para me dares de volta?
Ao fazer as contas matematicamente, isto é como pura construção abstracta, 8x7=56 não tomei conta que 8 era o custo e 7 as pessoas, fiz o contrário e tomei as pessoas pelo custo e, desse modo tinha a haver um euro, pensei. Na realidade, para as contas ficarem certas com as pessoas, eu tinha era de pôr mais 1 euro.   
As contas estavam matematicamente certas mas pessoalmente erradas. As equações e operadores matemáticos, os números, podem estar perfeitamente alinhados e as contas absolutamente certinhas, contudo, se não for tomado o cuidado necessário com o factor número-pessoas, no final todos os cálculos baterão certos na respectiva folha de papel, contudo, as contas baterão todas erradas na folha da vida das  pessoas.

Labels:

1 Comments:

Blogger Tiara Sousa said...

Todos temos contas erradas, ótimas observações!

3:51 PM  

Post a Comment

<< Home