Sunday, January 09, 2011

O MISTÉRIO DAS COISAS VIVAS

ÁPIS, O BOI SAGRADO

Como aprenderam as vacas a nadar ao sabor da corrente caudalosa do Rio, tão suave e tranquilamente sem pesadelos de morte, como se fizessem parte da mesma natureza da água, e caminhassem com nobreza para mais uma pastagem verdejante e fausta.
(visto na tv)


Queria conhecer o mistério submerso
sob a pele das coisas vivas.
Queria conhecer o mistério universo
do amor e suas forças atractivas.

Queria conhecer o mistério e sentido

necessário da matéria inerte.

Queria conhecer o mistério do vínculo

animal que sabe sem ter aprendido.

Queria conhecer o mistério do circulo
vegetal tão fiel que nada o subverte.
Queria conhecer da alma do espírito

o mistério como funciona.
Queria conhecer do tempo o veredicto
futuro do hoje à tona.
Queria conhecer porque é o bicho

sempre uma personagem maior
que sua aparente figura.
E porquê o homem de razão e cochicho

fácil gravita sempre ao redor
duma personagem sacana:
ora acima de sí, ora sem estatura,
ora fora da sua real moldura humana.

Labels:

0 Comments:

Post a Comment

<< Home