Saturday, January 22, 2011

REFLEXÃO EM DIA DO PRÓPRIO


Imaginem que, de repente, deixava de existir no nosso país actual, o seguinte:

- As auto-estradas, IPs e ICs
- Os novos hospitais distritais, Centros de Saúde, Maternidades, médicos de família.
- As novas Universidades públicas e privadas
- As centenas de novas Escolas espalhadas por Cidades, Vilas e Aldeias
- Os novos Estádios, Pavilhões e Parques desportivos com piscinas municipais
- As Redes de Energia Eléctrica, Águas e Saneamento Básico em todas as Aldeias e Lugares
- As novas Centrais Hidricas e as modernas Centrais Fotovoltaicas e Eólicas
- Laboratórios e Centros de Investigação científica
- O polo Industrial de Sines e o polo mulltiplo do Alqueva
- A entrada na UE e os abundantes fundos
- As trocas em Euros mas em Escudos
- As novas indústrias tecnológicas e computadores nos serviços e nas escolas
- A duplicação da riqueza nacional, produto interno bruto duplicado em 30 anos
- Os partidos e os sindicatos com os conflitos de ideologias

e os portugueses não teriam capacidade para ir a Badajoz comprar caramelos quanto mais passar férias em hotéis de luxo no estrangeiro, mas teriamos o Portugal sem dívidas, sem defícite, sem crise, longe do FMI, pelintra orgulhosamente, e sobretudo orgulho de todo saudosista Medina Carreira.

Labels: , ,

0 Comments:

Post a Comment

<< Home